Se tem um negócio que o Facebook sabe fazer é nos mostrar o pior de cada um. Nesta semana, enquanto dava aquela stalkeada na vida alheia, me deparei com a capa da Revista da Folha do domingo — mais um daqueles especiais de Dia dos Pais sem pé nem cabeça. Mas, amiga, dessa vez eles conseguiram se superar. Pensa sobre esta chamada: “Eles conciliam o escritório com escaladas no Himalaia, shows de heavy metal e jardinagem”.

“Nossa, como esses caras são foda.” E não sou eu que estou falando isso. O recheio da revista é ainda mais bizarro. A matéria transforma os pais em “super-heróis” e elenca pra cada um deles uma alcunha diferente: Jair, o motorizado, e Sandro, o veloz, foi os que mais me fizeram rir… de nervoso. Mas tu acha que para por aí? Naaaa. Os caras têm superpoderes como correr, nadar e plantar. Como eu nunca pensei nisso antes? Talvez porque eu viva no mundo real?

Continue lendo